Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 23 de fevereiro de 2024         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 23 de fevereiro de 2024

INTENÇÕES DO SANTO PADRE Papa Francisco MÊS DE dezembro  .  2022
TODAS AS INTENÇÕES DO PAPA

Pelas organizações de voluntariado

02/12/2022 . Intenções do Papa

Para que as organizações de voluntariado e promoção humana encontrem pessoas desejosas de empenhar-se pelo bem comum e procurem caminhos sempre novos de colaboração a nível internacional.

Reflexão

A proximidade do Natal traz sempre uma maior consciência da necessidade da nossa abertura aos outros e aos seus problemas e carências. A sociedade civil mobiliza-se para ir ao encontro dos mais pobres, em campanhas, ações de voluntariado, etc. Porém, também se nota, com alguma pena, que estas atitudes precisam de um motivo como o Natal para serem mais postas em prática, quando deveriam estar muito mais presentes ao longo de todo o ano, sendo o voluntariado uma atividade normal no dia a dia. Por isso, o Santo Padre coloca este tema no centro da sua atenção para este mês, pedindo pelas organizações de voluntariado e promoção humana, para que encontrem pessoas desejosas de se comprometerem com o bem comum.

As instituições de voluntariado vivem da colaboração regular de muitas pessoas. As campanhas são apenas pontos altos com maiores «resultados» e visibilidade, mas as necessidades continuam ao longo do ano. Por isso, é tão necessário alimentar esta consciência do compromisso em favor dos mais necessitados.

Este é um desafio particular para os cristãos, já que o voluntariado não é apenas uma atitude altruísta, mas reveste a característica essencial do serviço e do amor a Jesus, no rosto dos mais pobres.

Foi precisamente a isto que se referiu o Santo Padre numa Catequese para o Jubileu dos Agentes de Misericórdia, em setembro 2016: «[Vós, voluntários] sois justamente uma das realidades mais preciosas da Igreja que, muitas vezes no silêncio e escondidos, dais forma e visibilidade à misericórdia. Vós sois artesãos de misericórdia! Exprimis o desejo – entre os mais belos no coração do homem: fazer com que a pessoa que sofre se sinta amada. Em diferentes condições de carência e nas necessidades de tantas pessoas, a vossa presença é a mão de Cristo estendida que alcança a todos. Sois a mão de Cristo estendida!»

Oração

Espírito Santo,
que promoves a construção do Reino
animando os corações e fortalecendo as vontades,
damos-te graças por aqueles que se entregam
aos mais frágeis,
de forma fiel e gratuita,
como anúncio vivo da ternura de Jesus Cristo.
Inspira e anima mais pessoas
a dar amorosamente o seu tempo e as suas vidas
aos que passam necessidade,
aos refugiados, doentes, anciãos e crianças.
Que sejam cada vez mais
os que desejam fazer-se próximos do seu semelhante.
Ámen.

Desafios

– Compromisso: «Agradeço-vos quanto fazeis e o modo como o fazeis! As vossas intervenções ao lado dos homens e das mulheres em dificuldade são um anúncio vivo da ternura de Cristo, que caminha com a humanidade de todos os tempos» (Papa Francisco).
Fazes parte de algum voluntariado?

– Dar-se: «Uma Igreja que põe o avental e se inclina para servir os irmãos em dificuldade» (Papa Francisco).
Assume o propósito de ajudar uma pessoa vulnerável ou que atravesse um momento difícil.

– Partilhar: «Encorajo-vos a prosseguir o vosso compromisso para que a criação permaneça um património de todos, para a entregar com toda a sua beleza às gerações vindouras» (Papa Francisco).
Partilha o teu tempo e os teus bens com quem precisa.

– Sair ao encontro: «Face a tudo isto, o discípulo de Cristo não se recusa, não volta a cara para o outro lado, mas procura ocupar-se desta humanidade que sofre, com proximidade e acolhimento evangélico» (Papa Francisco).
Informa-te sobre alguma organização de voluntariado da tua cidade e das suas necessidades.

– Colaborar com outros: «É necessária a colaboração de todos, instituições, ONG’s e comunidades eclesiais, para promover percursos de convivência harmoniosa entre pessoas e culturas diversas» (Papa Francisco).
Cultiva uma atitude de cooperação com as pessoas à tua volta.