Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 21 de julho de 2024         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 21 de julho de 2024

Paróquia Nossa Senhora da Penha abre o Ano Jubilar de sua instalação canônica

22/03/2022 . Notícias da Paróquia

1973 – 19/03 – 2023
50 anos de evangelização: uma Igreja em comunhão.

A noite do dia 19 de março, Solenidade de São José, Esposo de Maria, foi de festa para todos da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Itabira, pois celebrando os 49 anos de sua instalação canônica foi realizada a abertura do ano do seu jubileu áureo, que será celebrado de 19 de março de 2022 até 19 de março de 2023. A missa foi presidida pelo Pe. Ueliton Neves da Silva, pároco, e concelebrada pelo vigário paroquial, Pe. Edson Vander F. Gonçalves.
Às 19h, no lado externo da Igreja Matriz, muitos fieis representando todas as comunidades, pastorais, movimentos e serviços se reuniram para celebrar esse momento jubilar. Logo no início da Santa Missa se fez memória da história missionária e evangelizadora da paróquia até o atual momento, recordando a participação de todos na construção desta história. Acolhemos o estandarte dos 50 anos que irá peregrinar todas as comunidades da Paróquia ao longo das comemorações do ano jubilar, as imagens de São José e de Nossa Senhora da Penha e as fotos dos padres que já trabalharam na Paróquia até o atual, Pe. Ueliton Neves da Silva. Participaram da Santa Missa os familiares do Sr. Machadinho (In memorian) que foi quem doou o terreno para a construção da Igreja dedicada a Nossa Senhora e que mais tarde tornou-se a Sede da Paróquia. Participaram ainda os filhos da Paróquia que se preparam para serem ordenados diáconos permanentes, Alisson e Bruno, e o seminarista Júlio Cesar, também filho da Paróquia e no seu último ano de teologia.

Em sua homilia, Pe. Ueliton disse:

O Jubileu é uma Graça de Deus, na missão da Igreja. E traz uma grande alegria para todos nós, reanima as forças, renova a fé, dá novo vigor às nossas pastorais e movimentos. Traz esperança de saber que Deus continua caminhando na história da Paróquia Nossa Senhora da Penha. Afinal, é tempo de jubileu, é tempo de rejubilar. Neste ano, nossa paróquia abre seu Jubileu de Ouro. São 50 anos de uma belíssima história de amor. Este tempo de celebração jubilar, será uma ocasião fundamental para evangelização, momento propício para que todos se aprofundem com o verdadeiro fundamento da fé cristã. Celebrar o jubileu é ocasião para: Fortalecer a consciência de pertença a nossa Igreja Paroquial; Resgatar a história de nossa Paroquia; Celebrar com gratidão estes 50 anos. É oportunidade também de AGRADECER, CELEBRAR E RECORDAR. É o resgate contemplativo da história das Comunidades: Nossa Senhora da Penha, São Geraldo Majela (Comunidade e Santuário), Sagrado Coração de Jesus, São Cristóvão, Santa Ana, São Judas Tadeu, São José, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora das Graças, São João Bosco, Santo Antônio de Santana Galvão, São Pedro; pessoas, pastorais, movimentos, serviços e obras ao longo dos 50 anos. Fazer memória do que recebemos e realizamos é o caminho melhor para revigorar a fé, a alegria pelas conquistas feitas, perceber nossos erros, pedir perdão e nos lançarmos para novos desafios com renovada esperança. E por fim, o jubileu é um importante marco celebrativo. Na história sagrada o povo de Deus traduzia em marcos, ritos e celebrações a alegria das conquistas feitas sempre atribuídas à bondade de Deus. Teremos ao longo do jubileu muitas oportunidades para celebrar com alegria e humildade estes bonitos momentos vividos em nossa história paroquial”, concluiu Pe. Ueliton a sua homilia agradecendo a todos por fazer parte desta história e disse ainda que há muitas páginas em branco para continuarmos a escrever a nossa história missionária e evangelizadora.

A Paróquia Nossa Senhora da Penha foi criada aos 28 de janeiro de 1973, por Decreto assinado por Dom Mário Teixeira Gurgel, SDS, desmembrando-a das Paróquias Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora da Saúde. No mesmo ato nomeou o primeiro pároco, o Cônego José Lopes Magalhães, membro do presbitério da Diocese de Itabira. Aos 19 de março de 1973, Dom Mário Teixeira Gurgel, em missa solene na Igreja Nossa Senhora da Penha instalou a nova paróquia e constituiu esta igreja Sede da nova Paróquia. No mesmo ato celebrativo, empossou o seu primeiro pároco, Cônego José Lopes Magalhães.

A cada mês será celebrada uma missa paroquial em cada comunidade. A próxima missa será no dia 27 de março, na comunidade São José, no Ribeirão São José de Baixo, a comunidade mais antiga da Paróquia Nossa Senhora da Penha.

Texto: Pascom da Paróquia Nossa Senhora da Penha
Fotos: Rayane Dionísio (Pascom Paroquial)