Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 23 de fevereiro de 2024         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 23 de fevereiro de 2024

PALAVRA DO PÁROCO Pe. Ueliton Neves da Silva MÊS DE abril  .  2023
TODAS AS PALAVRAS DO PÁROCO

Páscoa: o despontar da aurora de um novo tempo

05/04/2023 . Palavra do Pároco

“Procurais Jesus, o nazareno, aquele que foi crucificado? Ele ressuscitou! Não está aqui! Vede o lugar onde o puseram! Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vai à vossa frente para a Galileia. Lá o vereis, como ele vos disse” (Mc 16,6b-7).

Queridos irmãos, queridas irmãs, estamos diante da maior notícia da história da humanidade, pois alguém que foi torturado, açoitado, coroado de espinhos e pregado à cruz, morrendo após três horas de agonia extrema, ressuscitou. Além de ser um fato extraordinário, adquire relevância ainda maior quando descobrimos a razão da sua imolação e ressurreição.

Num primeiro momento nos detemos no Cordeiro imolado, recordando a Páscoa judaica, descrita no Antigo Testamento e a ordem de que, para se recordar da libertação do Egito, a cada ano dever-se-ia imolar um cordeiro (cf. Ex 12,1-14). Na Páscoa da Nova Aliança, Jesus Cristo é o Cordeiro Pascal que é imolado para a salvação do mundo. Não se trata mais de recordar uma libertação ocorrida no passado, mas de atualizar no hoje da história o sacrifício redentor que dá um novo sentido à vida da humanidade. Encontramo-nos diante do dinamismo profundo que é passar da morte do pecado para a vida nova da graça, graças à morte e ressurreição do Senhor.

Nos passos de nossa reflexão, constatamos que o Cordeiro imolado é o filho de Deus. O Jesus de Nazaré, além de verdadeiramente homem, é divino. Tendo presente o início do evangelho de São João, entendemos quem é Jesus Cristo: “E a Palavra se fez carne e veio morar entre nós. Nós vimos a sua glória, glória que recebe do seu Pai como filho único, cheio de graça e de verdade… de sua plenitude todos nós recebemos, graça por graça. Pois a Lei foi dada por meio de Moisés, a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Filho único, que é Deus e está na intimidade do Pai, foi quem o deu a conhecer” (Jo 1,14.16-18).

Celebrar a Páscoa na liturgia da Igreja é proclamar que a aurora de um novo tempo continua despontar, como o amanhecer radiante daquele primeiro dia em que, aos pés do sepulcro vazio, a esperança renasceu no coração das mulheres e dos discípulos. Este é o dia que o Senhor fez para nós; alegremo-nos e n’Ele exultemos (Sl 117,24).
Com esses sentimentos, desejo que os votos de feliz e santa Páscoa cheguem a todos os corações, às famílias, especialmente aos enfermos e idosos.

Cristo Ressuscitado, bálsamo da vitória da vida sobre a morte, seja perseverança em nosso caminhar.

Feliz e Santa Páscoa!

Itabira, 04 de abril de 2023.

Pe. Ueliton Neves da Silva
Pároco