Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 13 de junho de 2024         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 13 de junho de 2024

Papa Francisco nomeia novo bispo para a diocese de Salgueiro (PE), vacante desde janeiro de 2022

31/03/2023 . Notícias da Igreja

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 29 de março, o padre José Vicente Pinto de Alencar Silva, do clero da diocese de Crato (CE), como bispo para a diocese de Salgueiro (PE). O sacerdote exerce, atualmente, as funções de pároco da paróquia Nossa Senhora da Penha, cura da Sé Catedral Nossa Senhora da Penha e vigário geral. Tem 65 anos de idade, dos quais 29 dedicados ao sacerdócio ministerial em Crato.

A diocese de Salgueiro encontrava-se vacante desde a transferência de seu primeiro bispo diocesano, dom Magnus Henrique Lopes, para a diocese de Crato, em 12 de janeiro de 2022 . Neste período, a Igreja de Salgueiro esteve sob os cuidados do administrador diocesano, padre José Gilson da Costa.

Biografia e trajetória eclesial

Padre José Vicente Pinto de Alencar da Silva nasceu no distrito de Santa Fé em Crato (CE), mais precisamente no Sítio Engenho da Serra, no dia 2 de janeiro de 1958. É o segundo filho do casal Elisa Pinto e Joaquim Vicente da Silva. Concluiu o ensino médio no colégio estadual Wilson Gonçalves, em Crato, no ano de 1980.

Em 1981, ingressou no curso de Pedagogia, à época ofertado pela Faculdade de Filosofia do Crato (atual URCA – Universidade Regional do Cariri). Em 1986, ingressou no seminário São José, em Crato, onde fez a etapa do Propedêutico. Em seguida, foi enviado para Fortaleza, onde cursou Filosofia e Teologia no Instituto Teológico Pastoral (ITEP), no antigo seminário da Prainha. Sua ordenação diaconal ocorreu em 2 de outubro de 1993, e presbiteral em 22 de janeiro de 1994, pelas mãos de dom Newton Holanda Gurgel.

Entre as funções assumidas, está a de chanceler da Cúria Diocesana, ainda como diácono. Em seu primeiro ano de sacerdócio, foi nomeado vigário paroquial para paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Crato. No início do ano seguinte, precisamente no dia 15 de janeiro de 1995, foi transferido para assumir a função de vigário paroquial na paróquia São José, hoje extinta, e vice-reitor do seminário diocesano São José. Na véspera do Natal de 1995, assumiu a paróquia São José como administrador e a reitoria do seminário diocesano São José, onde permaneceu até o ano de 2002, quando viajou para Roma, na Itália, a fim de estudar Ciências da Educação, na Pontifícia Universidade Salesiana e Direito Canônico, na Pontifícia Universidade Lateranense.

Ao regressar para a cidade de Crato, em 2008, exerceu o cargo de professor no seminário diocesano São José, e na Faculdade Católica do Cariri, com sede em Crato. Em 2010, assumiu como pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Crato. Quatro anos depois, foi nomeado vigário geral da diocese de Crato, por dom Fernando Panico, função ainda exercida até a transferência de dom Gilberto Pastana de Oliveira, até então VI bispo diocesano de Crato, para a arquidiocese de São Luís (MA). No dia 20 de julho de 2021, foi eleito pelo Colégio dos Consultores para a função de administrador diocesano, na vacância da diocese de Crato.

Saudação da CNBB ao monsenhor José Vicente

Prezado Monsenhor José Vicente Pinto de Alencar Silva,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebe com alegria a notícia da sua nomeação como bispo titular para servir à Igreja na diocese de Salgueiro (PE). Deseja um profícuo ministério e, ao saudá-lo, recorda um trecho das reflexões feitas pelo Papa Francisco na catequese sobre a paixão de evangelizar, na Audiência Geral, dia 15 de março deste ano, realizada na Praça São Pedro:

“Na escola do Concílio Vaticano II, buscamos entender melhor o que significa ser apóstolos hoje em dia. Ser apóstolo significa ser enviado para uma missão. Assim, o Cristo Ressuscitado envia os seus apóstolos ao mundo, transmitindo-lhes a força que Ele mesmo recebeu do Pai e dando-lhes o seu Espírito. Jesus chamou os que ele quis e eles foram até ele. Constituiu-os como um grupo, dando-lhes o título de apóstolos, para estarem com Ele e enviá-los em missão”.

Que como o Santo Padre, o monsenhor se deixe marcar pelas “surpresas de Deus” neste tempo em que foi enviado em missão para a Igreja particular de Salgueiro.

Que o nosso Deus, que nos amou tanto, lhe cubra de bênçãos neste seu novo ministério e nos faça entender que é “o amor que dá perfeição às nossas obras”.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo de Cuiabá (MT)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

CNBB